English
BUSCAR NO SITE
BUSCAR ASSOCIADOS

Leia a coluna da ACIJ

21/02/2012 12:02


OS INVESTIMENTOS QUE NÃO PARAM DE CHEGAR

Diversos empresários de Joinville devem prestigiar, na quinta-feira, dia 23, o anúncio da segunda fábrica da General Motors no município, o que será feito no Centro Administrativo do Estado, em Florianópolis, às 11 horas, com a presença da diretoria da montadora e do governador Raimundo Colombo. 

A fábrica vai produzir caixas de câmbio e deve ser instalada às margens da BR-101, ao lado da fábrica de motores, que está em fase final de construção. O investimento é de R$ 650 milhões e poderá gerar cerca de 500 postos de trabalho. Joinville disputou o empreendimento com São Caetano do Sul e o México. 

Em breve, também a BMW deverá anunciar sua unidade no Brasil. Pequenos acertos na questão tributária devem ser definidos em Brasília. A tendência é de que a montara vem para o norte de Santa Catarina, somar-se a inúmeros investimentos que a região vem recebendo nos corredores das duas rodovias federais (101 e 280), ao Sul de Joinville, ou no Sul de sua região metropolitana. 

A decisão destas empresas multinacionais pelo norte do Estado não é por acaso. Há mais de 40 anos, quando Hans Dieter Schmidt resolveu fundar a Escola Técnica Tupy, hoje Sociesc, aproximando escola e empresa de maneira exemplar, Joinville tornou-se um importante pólo de empresas do setor metalmecânico, com formação de mão de obra especializada. 

Hoje, somam-se à Sociesc, a Udesc, a Univille, a UFSC, a Católica e tantas outras instituições de ensino superior de qualidade, que esforçam-se para atender à crescente demanda por profissionais das áreas técnica e tecnológica, principalmente. 

Acrescente-se a esse diferencial competitivo, do talento humano, a excelente condição logística que vem se estabelecendo na região, com opções portuárias excepcionais, e a possibilidade de um complexo intermodal formidável no entorno da Baía da Babitonga, com novas rodovias, ferrovias e mesmo o nosso aeroporto, que num futuro próximo terá toda a estrutura para a movimentação cargueira. 

Diante disso, renovamos nossa convicção de que Joinville verá sua economia dobrar de tamanho na próxima década, e até mesmo triplicar nos próximos 30 anos, quando sua população terá aumentando cerca de 50%, chegando a 800 mil habitantes. Por isso, ver as cidades do norte fortalecidas em uma região metropolitana parece ser urgente, a fim de que a infraestrutura não venha a ser comprometida, por questões menores, como a simples delimitação territorial. 

 

REUNIÃO DO CONSELHO
No dia 5 de março, a Associação Empresarial de Joinville (ACIJ) retoma as suas tradicionais reuniões das segundas-feiras, às 18h30. O convidado especial deste primeiro encontro será o presidente da Tupy, Luiz Tarquínio Sardinha Ferro, também vice-presidente da ACIJ. Ele falará sobre os investimentos da empresa, no Brasil e no exterior. A Cesce Brasil fará uso do Espaço Empresarial.

 

CAMPANHA
O Núcleo de Farmácias de Manipulação lançou um selo (logomarca do Núcleo em forma de adesivos e bottons) para divulgação nas 10 farmácias associadas. O objetivo é identificar com maior facilidade quais empresas fazem parte do Núcleo.  Segundo a presidente, Ticiana Alexandra Valle, a ação é para mostrar à comunidade e aos prescritores que as empresas participantes estão comprometidas com o respeito, a confiança e a qualidade tanto dos produtos oferecidos quanto no atendimento personalizado.

 

CONSELHO DOS NÚCLEOS

Em reunião realizada na quarta-feira, o Conselho dos Núcleos já teve acesso ao calendário para o Prêmio Núcleo Referência 2012, que será entregue na segunda quinzena de junho, na posse da ACIJ. Também foram tratados temas como classificação e conceituação de núcleos, campanha social e treinamento de presidentes.

 

Leia a coluna da ACIJ na íntegra aqui

 

Outras Notícias